domingo, 24 de fevereiro de 2013

JOSÉ CARLOS PACE - O MOCO


Taí um piloto que eu era literalmente fã, José Carlos Pace, o Moco, que sofreu um acidente aéreo quando iria deslanchar na Formula 1 e, possivelmente, teríamos mais um campeão brasileiro na categoria máxima do automobilismo.

Lembro-me dele, mesmo quando já era piloto da Brabham, ele veio à Brasília algumas vezes dividir o Maverick da Mercantil Finasa com Paulo Gomes e venceu, se não me falha a memória, um dos 500 km de Brasília.

Abaixo, um resumo de sua carreiro desde a sua estreia em 1963 e um ótimo filme também, mostrando sua carreira na Formula 1.

Estreou no automobilismo em 1963, disputando provas de Turismo pela equipe Willys.

Em 1970, já na Europa, disputou o Campeonato Inglês de Fórmula 3, sagrando-se campeão.

Em 1971 venceu o GP de Imola de Fórmula 2. Com esta vitória, conseguiu um convite para integrar a equipe de Protótipos da Ferrari a partir da temporada de 1972, tendo como melhor resultado o segundo lugar nas 24 horas de Le Mans de 1973.

O ingresso na Fórmula 1 deu pela equipe Williams, que na época utilizava carros March da temporada anterior. Ainda assim, Pace pontuou duas vezes, terminando o campeonato em 16º lugar, com três pontos.

No ano seguinte, paralelamente ao Campeonato de Protótipos, disputou a Fórmula Um pela equipe Surtees. Terminou o campeonato em 11º lugar, com 7 pontos, conseguindo como melhor resultado o 3º lugar na Áustria. Foi escolhido o quarto melhor piloto do mundo pelo anuário Autocourse, perdendo para Jackie Stewart, Ronnie Peterson e Emerson Fittipaldi.

Em 1974, começou a temporada novamente na Surtees. Na metade da temporada, mudou de equipe, passando a disputar o campeonato pela Brabham, onde conseguiu o segundo lugar em Watkins Glen, nos Estados Unidos. Terminou o campeonato em 12º lugar, com 11 pontos.

Em 1975, disputando a temporada pela Brabham, Pace fez sua melhor temporada no automobilismo. Além da Fórmula 1, participou do Campeonato Brasileiro de Turismo e sagrou-se campeão do Grupo 1. Venceu também as 25 horas de Interlagos. Seu principal feito na temporada veio no segundo GP de 1975, no Brasil. Pace venceu a corrida, fazendo dobradinha com Emerson Fittipaldi; a primeira na Fórmula 1. Terminou a temporada em 6º, com 24 pontos.

O campeonato de 76 não foi muito bom para Pace. Utilizando os motores Alfa Romeo, que eram pesados e gastavam muita gasolina, fez apenas 7 pontos, terminando em 14º lugar.

Em 1977, um segundo lugar no Grande Prêmio da Argentina foi o último pódio de José Carlos Pace. Participou de mais duas corridas, Brasil e África do Sul, sem pontuar.



6 comentários:

  1. Un gran piloto Moco, tanto en F1 como en SP con la Ferrari 312PB. Junto con Tom Pryce, dos pilotos que se fueron casi al mismo tiempo, dos futuros campeones.
    Abrazos!
    http://juanhracingteam.blogspot.com.ar/

    ResponderExcluir
  2. Valeu Juanh, o Tom também tocava muito. Lembro-me del no UOP Shadow. Jovino

    ResponderExcluir
  3. RICKYPENTA -EX PILOTO26 de fevereiro de 2013 13:39

    SE NÃO FOSSE AQUELE BANDEIRINHA ATRAVESSAR A PISTA CARREGANDO UM EXTINTOR DE INCÊNDIO TALVEZ O TOM PRYCE HOJE ESTARIA CONTANDO UMA HISTÖRIA DIFERENTE PARA OS AUTOMOBILISTAS ..... QUANTO AO PACE , TIVE A HONRA E O PRAZER DE CONVIVER COM ELE EM MUITOS MOMENTOS DA SUA CARREIRA . PRICIPALMENTE DENTRO DA ( DACON ) COM OS SEUS PARCEIROS E CHEFE, PAULO GOULART ( INESQUECÍVEL AMIGO ) E WILSINHO FITTIPALDI JR . BONS TEMPOS , EM QUE ÉRAMOS FELIZES E SABÍAMOS !!!!!!!! QUEM VIVEU. VIVEU ! QUEM NÃO VIVEU, VIVESSE ., PORQUE NÃO SABE O QUE PERDEU ! RICKY PENTA , QUE VIVEU TUDO ISSO E MUITO MAIS !!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Fabiani C Gargioni #2727 de fevereiro de 2013 13:13

    Então conta mais pra gente aí né Jovino, tenho certeza que o espaço o Jovino arruma!!!

    ResponderExcluir
  5. ollla gostaria de ter conheçido nosso primo .o moco um grande batallador no automibilismo triste k se foi muito cedo eu tinha 10 anos essa epoca ,gostaria de ter mais documentarios sobre ele e ate uma pagina na rede soçial ate um face em memoria desse canpeaõ k nos deixou saudades

    ResponderExcluir
  6. ollla gostaria de ter conheçido nosso primo .o moco um grande batallador no automibilismo triste k se foi muito cedo eu tinha 10 anos essa epoca ,gostaria de ter mais documentarios sobre ele e ate uma pagina na rede soçial ate um face em memoria desse canpeaõ k nos deixou saudades

    ResponderExcluir