quarta-feira, 1 de agosto de 2012

COPA BRASIL DE 1970/71

Mais uma raríssima foto da Copa Brasil realizada em 70/71. No destaque o Furia-Lamborghini de Jaime Silva, a Alfa Romeo T 33 de Marivaldo Fernandes, o Avallone Chrysler (ou seria o McLaren-M8C Formisano!!!)

Mas o que fez sucesso mesmo foi a Ferrari 512S da dupla italiana Giampiero Moretti/Corrado Manfredini para as Mil Milhas de 1970, cujo desfile pelas ruas de São Paulo sobre um caminhão-reboque fez o trânsito literalmente parar. 

O Fúria FNM que participou da Copa Brasil de 1971
Abaixo, o filme "Roberto Carlos a 300 km por Hora" mostrando detalhadamente os principais participantes da copa.

Repare a lata de óleo da Shell. Quem se lembra!! Ela era de papelão e com as tampas de metal. Tinha aaté um abridor ou furador de lata.

12 comentários:

  1. Essa foto é de 1971.
    Em 1970, a Alfa que correu era do Toninho da Matta. Não havia Furia, nem Avallone.

    ResponderExcluir
  2. Walter, no texto está copa Brasil de 70/71. Aliás, o Antonio Carlos Avalone foi à Inglaterra e comprou parte da massa falida da Lola e a trouxe para o Brasil. Daí surgiram várias avalones, que, na realidade, eram Lolas transformadas ou adaptadas para Avalones. No caso, o protótipo que o Roberto Carlos participou do filme quando aproveitou imagens da Copa Brasil de 70, é uma Lola Avalone Chrysler. Existe uma Lola em São Paulo de um amigo que foi à Inglaterra com o Avalone quando compraram estes carros. Ele ainda a tem, com duas carenagens, uma de aluminio feita pelo mestre Bianco e a original, inclusive, tenho fotos dela, mas ele não quer que divulgue. Havia Fúria sim, o Fúria FNM de Jaime Silva, como mostra o filme abaixo de "Roberto Carlos a 300 km por hora".
    Em 70 participaram três Lolas T70, uma do Avalone, outra com o Wilsinho e a outro com o Norman Casari.
    Veja o filme e a foto que inseri agora no post, tem detalhadamente todos os participantes desta copa que marcou o automobilismo brasileiro quando vieram vários carros de fora do Brasil.
    Pelo o que eu saiba, a Alfa não correu em 70.
    Jovino

    ResponderExcluir
  3. Jovino, em 1971 acredito que foi o Torneio Sulam...corri em Estreantes e Novatos em um carro da E. De Lamare, acredito que você também, vou te enviar o Raking Autoesporte.

    ResponderExcluir
  4. Oi Rui.
    Lembro-me de uma prova do torneio em 1971, no GP de Tarumã que levou o nome de Torneio Sudam de sport-protótipos.
    Mas segundo o Joaquim, houve uma prova da Copa Brasil em 11/12/71.
    Mas é difícil lembrar de tudo isto. Dependeria de pesquisar mais e eu não estou tendo tempo agora.
    Fico no aguardo do ranking.
    Abs.
    Jovino

    ResponderExcluir
  5. Fabiani C Gargioni #272 de agosto de 2012 21:35

    Jovino, independente do modelo os protótipos dos anos 70 foram os mais bonitos já produzidos!!!

    ResponderExcluir
  6. Gostei da conversa, porque vocês vão resgatando a memória e essas provas eram mesmo memoráveis.
    Jovino, você tem razão, eu vi o 70/71.

    Na minha memõria - joguei fora meus arquivos todos... - a Ferrari de 1970 era a de numeral 17, do Moretti. Havia sim uma Alfa P33, do Toninho da Matta.

    Em 1971, vieram as Lolas do Avallone, mais o Furia FNM.

    Acho que o Furia Lamborguini da foto só surgiu em 1972.

    Manda mais, Jovino, que tá uma delícia esse seu baú.

    ResponderExcluir
  7. Waslter, é difícil lembrar de tudo isto. Nem os pilotos lembram, quanto mais nós pobres mortais. Mas como digo sempre, blog é um somatório de informações e a participação dos blogueiros é fundamental para resgatarmos a história do automobilismo brasileiro que nos dá tantas saudades. Jovino

    ResponderExcluir
  8. SAlve pessoal! Se permitem uma pequena correção, a primeira foto é da largada dos 500 Km de Interlagos de 1972.
    A Alfa 33 que aparece na foto, embora patrocinada pela Jolly era da equipe italiana pilotada pelo Teodoro Zecolli. A Alfa do Marivaldo era um modelo idêntico e também participou da prova, (com o número 25). A Ferrari que aparece é o modelo 512-M pilotada pelo Herbert Mueller que chegou em terceiro, atrás do Joest e Luizinho.

    Espero ter ajudado. :) Um grande abraço,
    Ricardo Bifulco

    ResponderExcluir
  9. Jovino, com relação às Lolas, em 1970 correram somente duas a do Wilsinho MKIIIb e a do Norman que era uma versão anterior. Na realidade, a Lola do Avalone é a mesma do Wilsinho. Na Copa Brasil ela correu amarela pilotada pelo Wilsinho e em 1971 já estava pintada em branco com o nariz azul (Avallone). Esta historia das lolas cause realmente discussão. O que acontece é que o filme do Roberto Carlos (1971) utilizou várias imagens da Copa Brasil de 1970, e com isto,nas imagens-documentário aparece a Lola amarela do Wilsinho, que era a mesma que o "Antonioni"(Avalone) estava pilotando nas imagens do filme. Inclusive, quando escrevia para a revista Muscle Car, fiz uma matéria sobre a Copa Brasil de 1970, haja visto que um amigo meu forneceu uma série de fotos coloridas da corrida tiradas por ele (ainda menino). No filme, inclusive aparece ele fazendo estas fotos que foram divulgadas mais de 30 anos depois. :)
    Um abraço.
    Ricardo Bifulco

    ResponderExcluir
  10. Ricardo, realmente eu mesmo fiquei na dúvida, pois sabia que somente duas Lolas T70 vieram ao Brasil correr, mas no filme do Roberto Carlos aparecem três. Agora ficou esclarecido que eles utilizaram uma delas para as filmagens com cor diferente. Legal que através destas dicussões a gente vai resgatando a história do nosso automobilismo. Obrigado pela presença aqui. Jovino

    ResponderExcluir
  11. É um prazer Jovino! :)
    Ricardo Bifulco

    ResponderExcluir
  12. O Fúria FNM que participou da Copa Brasil de 1971

    A foto tem direito autorais de minha propriedade , ou retira a foto do Blog ou coloca embaixo da foto os dizeres "Foto de Rogério Cândido Brandão"
    Alias eu tenho em meu Facebook varias fotos , já com o devido crédito que pode ser colocada ..
    Aguardando a melhor solução possivel para manter viva a nossa história...

    Obrigado pela atenção..
    Rogério Brandão..

    ResponderExcluir