sexta-feira, 5 de abril de 2013

DO BAÚ DO REINALDO CAMPELLO

25 Horas de Interlagos, ano de 1974. Da esquerda para a direita, Amandio Gigante Ferreira, Anesio Hernandes e Ney Faustini. Wilson Fittipaldi Jr., Ingo Hoffman e Reinaldo Campello. Tite Catapani, Mario Keko Pati, Artur Bragantini. Antes da desclassificação dos Opalas que correram com mandato de segurança para poderem usar os motores 250S. — com Amandio Ferreira "Gigante", Anésio Hernandes, Wilson Fittipaldi Junior, Ingo Hoffmann, Reinaldo Campello, Tite Catapani, Artur Bragantini e Mário Pati Jr. 


O timaço de pilotos para as 25 horas de 1974 — com Raulzinho, Bine, Alex Dias Ribeiro, Reinaldo Campello, Ingo Hoffmann, Guarana e Pedro Vitor

Reinaldo Campelo e Reinaldo Simi Jr

3 comentários:

  1. Fabiani C Gargioni #276 de abril de 2013 10:15

    Reinaldo Campello foi um dos primeiros nomes que li e vi ligado ao automobilismo qdo comecei à revirar o baú de revistas do meu pai, entre tantos outros da época como Ingo Chico Serra,Piquet nosso Grande Rui Amaral, Walter Tucano Barchi etc etc etc... legal esta postagem Jovino, uma prova de 25hrs ??? Onde foi que o Brasil se perdeu no automobilismo??? Ficou só saudade!!!

    ResponderExcluir
  2. Fabiani, obrigado por me colocar ao lado deles... acontece que hoje não temos mais dirigentes, os clubes se preocupam apenas com as datas das categorias grandes, que não estão renovando nossa safra de pilotos, para faturar uma grana e nas corridas estaduais para faturarem nas inscrições, divulgação nada!
    Me parece que aí em Sta Catarina e RGS é bem melhor.

    ResponderExcluir
  3. Muita gente diz que um dos culpados seriam os Karts In door que acabam por levarem os que seriam futuros candidatos a pilotos de verdade para este tipo de provas que não acrescentam nada. Antes, o amante de velocidade que queria ser piloto tinha que montar um carro, passar por categorias inferiores até chegar onde quer. Como disse o Rui, acho que o câncer maior do automobilismo brasileiro são os dirigentes que não entendem nada de automobilismo, não estão nem aí se está havendo renovação de pilotos, mas se esquecem que, se não tivermos mais pilotos nem corridas, chegrá o ponto que eles mesmo serão vítimas da sua própria ignorância. Jovino

    ResponderExcluir