segunda-feira, 1 de abril de 2013

DO BAÚ DO FERNANDO RAMOS II - COPA CORSA REGIONAL

Mais fotos da Copa Corsa Regional que o amigo Fernando Ramos disponibilizou para o Mocambo Blog. A CBA em parceria com a Chevrolet criou esta categoria para a promoção dos então recém lançados Corsas 1.4 litros no mercado Nacional, em diversas regiões brasileiras.

Aqui em Brasília, as concessionárias Chevrolet, como a CCA, a Jorlan, e acredito também, a SMAFF, cada uma delas patrocinavam uma quantidade X de carros.
 
E deu muito certo por algum tempo. Mais de 30 carros largavam para corridas aqui em Brasília e em Goiânia.  
 
Depois eles fariam uma Copa Nacional reunindo os melhores de cada Estado e foi um grande sucesso enquanto existiu aqui em Brasília, e o autódromo estava movimentado como nunca. 
 
Acabou que a pretensão da CBA em fazer uma final reunindo os melhores de cada Estado, foi por água abaixo, por conta de divergências de determinadas regiões que acabaram por criarem regulamento que fugiam dos que foram inicialmente preconizados

Ainda tínhamos um bom público do autódromo de Brasilia. Até a PM com sua banda de música tocavam o hino nacional antes das provas.
O pátio cheio depois da provas. O padock ainda não tinha sido reformado
 Esta área também era onde os carros faziam fila para o abastecimento
Como sempre, o padock fica cheio

Ainda existiam os apartamentos do lago esquerdo dos boxes e que foram fechados depois que o Piquet arrendou o autódromo e fez a cobertura do padock entre outras reformas na pista.
Alguém se lembra quem é o piloto?
Hoje, a Turismo Regional reúne menos de 15 carros
Este aqui eu me lembro que era do Rossini.

3 comentários:

  1. Fabiani C Gargioni #271 de abril de 2013 22:39

    Precisamos novamente da copa corsa ou copa fiat no nosso automobilismo Jovino!!!

    ResponderExcluir
  2. Os Corsa do Torneio Nordeste estavam todos enquadrados no regulamento Brasileiro e a decepção dos 10 pilotos que seguiram pra a final em São Paulo foi encontrar carros com muita preparação. Alguns nem largaram sob protesto e ficou por isto mesmo pois or organizadores fizeram vista grossa já que só se importavam mesmo coma Stock Car.

    Dispostos a sair do lugar comum os pilotos cearenses apoiados no talento do saudoso Pedro Virgínio (o mesmo criador do Espron) passaram as mecânicas para chassis tubulares com carenagens de fibra e criaram a Super Turismo que é sucesso até hoje.


    https://www.facebook.com/pages/Super-Turismo/297276546986841?fref=ts

    ResponderExcluir
  3. Alguém lembra qual era o tempo da volta dessa categoria no autódromo de Brasília?

    ResponderExcluir