quarta-feira, 31 de outubro de 2012

TÚNEL DO TEMPO II - CAMPEONATO BRASILIENSE DE AUTOMOBILISMO DE 1972

Mais um filme raríssimo e inédito filmado em super 8 realizado pelo amigo Serginho Slaviero no antigo autódromo improvisado no estacionamento do extinto estádio do pelezão em Brasília em 1972, prova esta que fazia parte do campeonato brasiliense de automobilismo daquele ano.

A edição de imagens é do André da Speed Brasília.

No início do vídeo, no gride de largada, Paulo Guaraciaba e Carlão Braz ao lado do Fuscão da Brasal, Nelson Piquet em pé posando para a câmera, o Puma 37 de Durval Manzi, o protótipo Jiripoca amarelo de Waldir Lomazzi, o fuscão da Brasal de Toninho Feijão, o sorridente Nelson Piquet dentro do Patinho Feio e o início da prova com destaque para o Royale GM de Luiz Barata e Luiz Estêvão, o fusca Brasal de Toninho Feijão. Repare na largura das rodas (seria um precursor da D3, Pinicos Atômicos?), o Patinho Feio em sua configuração com o encurtamento da distância entre eixos, rodas mais largas e aerofólio mais baixo, que após o final das corridas de ruas em Brasília e no Brasil, a carroceria dele ficou jogada num terreno numa oficina na 513 norte durante algum tempo até ser colocado novamente para correr no pelezão.
 
Assisti esta prova e muitas outras no autódromo do Pelezão, mas é difícil lembrar-me de maiores detalhes de uma prova que foi realizada a mais de 40 anos.

Obs: como bem lembrado pelo Zé Alexandre lá nos comentários, ele foi da 206 sul de bicicleta para ver esta prova e eu fui também num imponente caloi cros só que lá da 312 norte onde morava naquela época.

Tá vendo, onde tivesse máquinas acelerando, desde menino, o virus da velocidade já havia estabelecido em meu corpo e na minha alma.
 
Mas as imagens valem mais do que palavras.

Atualizando: agora coloquei som nos vídeos, mas não são as músicas que eu queria colocar por causa dos direitos autorais que o You Tube exige. Coloquei o que eles disponibilizam.
 


 

14 comentários:

  1. Que Maravilha!
    Eu tava lá, fui de bicicleta da 206 sul até o pelezão... fiquei na curva no final do retão descendo, era uma perna rápida pra esquerda e uma 180 graus pra direita... ficávamos em cima do barranco, e de vez em quando subia um poeirão, só dava pra ver o estado do carro quando a poeira baixava hehehe show!

    ResponderExcluir
  2. Não cheguei a ver essas corridas no Pelezão, sou do tempo do circuito da Rodoviária. Mas pelas imagens, esse Royale-GM do Luis Estêvão (ou era o Luis Barata ?)era uam covardia perto dos outros carros. Que fim teria levado ?

    ResponderExcluir
  3. Joaquim, como você bem sabe, aqui em Brasília tem um Royale, mas não é este, como a gente já estudou e divulgou em meu blog e no seu. Realmente, o que foi do Luiz Estêvão eu não sei onde foi parar.

    Zé, como bem lembrado por você: você foi da 206 sul de bicicleta para ver esta prova e eu fui também numa imponente caloi cros só que lá da 312 norte onde morava naquela época.

    Tá vendo, onde tivesse máquinas acelerando, desde menino, o virus da velocidade já havia estabelecido em meu corpo e na minha alma.

    Valeu Rui.

    Jovino
    .

    ResponderExcluir
  4. Jovino me lembro bem desta corrida, o Pelezão foi um dos melhores traçados improvisados, havia um Coronel entusiasta que não me lembro o nome, mas foi ele o idealizador, tanto que com o Pelezão o "Circuito Hotel Nacional" foi totalmente abandonado pela rapaziada dos "peguinhas" e aos domingos a tarde era aberto com a segurança do carro de Bombeiro, ambulância e Detran para a turma poder dar vazão aos seus instintos, me lembro que eu na época tinha um VW 1600 4 Portas e numa destas "brincadeiras" dando um "couro" no Nelson Bola e sua Variant fundi meu motor...Parabéns belo filme, belas lembranças.

    ResponderExcluir
  5. Oi Rodolfo, o coronel que você se refere deve ser o Secretário Geral da CBA da época RAMON BUGGENHOUT.
    Não lembro direito até quando o autódromo do Pelezão existiu, mas eu cheguei também, a dar peguinhas lá com um fusca 1600 bege que eu tive naquela época.
    Jovino

    ResponderExcluir
  6. Exatamente, Ramon a sua memória está melhor que a minha...rsss
    Abs.
    Rodolfo.

    ResponderExcluir
  7. Fantástico o video, show, parabéns ao pessoal q editou etc e a vc Jovino q disponibiliza esta raridade. Os fuscas com certeza já tem algo dos penicos atômicos com akelas rodas tala. Muito obrigado!

    Tazio Nuvolari

    ResponderExcluir
  8. corri no pelezão de motovelocidade em 1976... nessa prova, o Baxo (Roberto Moreno), quebrou o tornozelo. Em 74, amaciávamos os karts na áera de box do Pelezão.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Jovino,

    parabéns... um resgate da memória do nosso automobilismo... sensacional o filme...

    agora, quem é o piloto do carro #17 que aparece bem no início do filme?? Ele se parece um pouco com Nelson Piquet...

    abs...

    BLOG POR DENTRO DOS BOXES
    http://pordentrodosboxes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. André, no texto eu estou falando "do sorridente Nelson Piquet dentro do Patinho Feio". É o próprio, mas eu ainda não o encontrei para saber dele se foi ele mesmo quem participou desta prova. Alguns amigos falam que ele apenas posou para as fotos dentro do carro, mas eu acredito que ele tenha participado de uma das baterias. Jovino

    ResponderExcluir
  12. Fabiani C Gargioni #272 de novembro de 2012 16:20

    Um show de imagens Jovino, pena que não tem o som dos motores. Esta foi a época de "ouro" do nosso automobilismo, mas depois disso houve uma decad^Çencia total, salvo alguns regionais, parabéns mais uma vez Jovino!!!

    ResponderExcluir